Yom Kippur - o Dia do Perdão

Conhecido como o Dia do Perdão - Yom Kippur (em hebraico: יום כיפור) é uma das datas mais importantes e sagradas do judaísmo, celebrada uma vez por ano.


judeu tocando shofar no dia do perdão
Yom Kippur - O Dia do Perdão

No calendário judaico, começa no crepúsculo que inicia o décimo dia do mês hebreu de Tishrei (que coincide com Setembro ou Outubro em nosso calendário gregoriano), continuando até o seguinte pôr do sol. Os judeus tradicionalmente observam esse feriado com um período de jejum de quase 26 horas e oração intensa. Em 2022 ele ocorrerá da noite de 4 de Outubro e terminará no pôr do sol de amanhã.


Segundo o judaísmo, é no Yom Kippur que Deus decidirá o destino de cada pessoa, sendo assim os judeus são encorajados a pedirem perdão pelos erros cometidos no passado. Nesse dia, os judeus cumprem um jejum rigoroso e passam o dia em oração.

Ao longo de todo o ano o homem comete toda sorte de erros e pecados, voluntários e involuntários. O processo da teshuvá (arrependimento, retorno ao bem) não poderá realizar-se magicamente em um dia. A tradição judaica coloca ao mês de EluI, 6° mês do ano, como prefácio para ir preparando o homem para a reflexão profunda, até o grande caminho interior. Cedo, nas manhãs de Elul se ouve o som do shofar.


Judeu tocando um shofar
Shofar

Uma semana antes de Rosh Hashaná, também durante a madrugada, se dizem as orações que se chamam "selichot" - perdões). O 1º de Tishrei é o grande dia, a base para um ano novo e um novo ano de vida. Depois seguirão nove dias até o dia do perdão. Dez dias para aprofundar-se dentro de si e afrontar o mal. O processo chega a sua culminância no 10º dia de Tishrei: Yom Kippur.


Na véspera de Yom Kippur em Israel, é comum acontecerem reuniões de família com muita fartura de comida e bebida para se preparar para o jejum.


Outra característica de Yom Kippur é que as cidades simplesmente param durante esse dia. Nada em Israel funciona: Aeroportos, lojas, restaurantes, supermercados fechados. E as ruas ficam vazias sem o trânsito característico de motos e carros. É um dia muito diferente no país, onde é possível ver as famílias se dirigindo para as sinagogas e o silêncio das cidades impressiona e cria uma atmosfera única.


avenida em Tel Aviv  sem carros com pessoas andando de bicicleta
Grande avenida de Tel Aviv durante o Yom Kippur

Após o Yom Kippur, começam imediatamente as preparações para o próximo feriado - Sukot (tabernáculos) que ocorre 3 dias depois.


Convidamos você para fazer uma reflexão nesse Yom Kippur.




32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo